Nova pesquisa aponta dados sobre o consumo de papel

A AIIM, divulgou uma nova pesquisa sobre o cosumo de papel , intitulada “The Office Paper Free -. Sonho ou Realidade” A pesquisa concluiu que a eliminação do papel nos negócios continua a ser um desafio, apesar dos dados  mostrarem a capacidade de resposta e ganhos de produtividade no atendimento ao cliente, quando processos baseados em papel são eliminados, permanecem alguns gargalos culturais.

A elocidade dos tempos de resposta também melhoram tendo as empresas a opção de   funcionários trabalhando remotamente, assim como também melhora a capacidade de compartilhamento e pesquisa,  com o uso de conteúdo digitalizado. De acordo com Miles Doug, diretor de inteligência de mercado da AIIM, “Quanto mais cedo no processo que captura acontece, o melhor a transparência e a disponibilidade do conteúdo . Os dados estão disponíveis para um processo mais rápido, e manuseio do papel é eliminado “, afirma.

As principais conclusões da pesquisa realizada entre novembro de 2011 e 2012 janeiro mostram:

* O papel está começando a desaparecer, com 35% das empresas  entrevistadas  que confirmaram o consumo de menos papel e fotocópias.
*  42 % dos projetos de digitalização e captura tem um período de retorno de 12 meses ( ou menos), enquanto 57 % dos projectos alcançaram payback em 18 meses (ou menos).
*A  mobilidade e os serviços em nuvem para a digitalização e captura estão encontrando early adopters junto as empresas.
* 38% dos inquiridos estão equipando os funcionários com dispositivos de captura portáteis quando não no escritório, incluindo scanners portáteis, smartphones e tablets.
* 20 % das maiores organizações nos Estados Unidos estão comprometidas com uma estratégia de implantação de captura em nuvem.
* A digitalização e captura podem melhorar o tempo de resposta aos clientes – normalmente entre 2 e 3 vezes mais rápida, e em muitos casos 5 e 10 vezes.

Apesar benefícios significativos obtidos por organizações sem papel, alguns maus hábitos persistem:

* 77 % das faturas que chegam como anexos PDF são impressas, enquanto 31% das faturas enviadas por fax são impressas e então reanalisadas.
*45% dos documentos que são digitalizados são “nascidos digitais”.
* 32% das organizações relataram um aumento do nível de consumo de papel e de cópias.

O relatório completo, “The Office Paper Free – Sonho ou Realidade” pode ser baixado no site da AIIM em http://www.aiim.org/Research/Industry-Watch/Paper-Free-Capture-2012.

O tema faz parte do Congresso AIIM Conference 2012 e poderá ser acompanhado pelos participantes da Missão AIIM 2012 , ao vivo, inclusive para o endereçamento de perguntas,eli,minação de dúvidas e dicas de boas práticas, junto aos especialistas da entidade.

Leave a Reply